Você está visualizando atualmente MINUTOS PRECIOSOS

MINUTOS PRECIOSOS

MINUTOS PRECIOSOS

A famosa Educação Física, matéria amada pela maioria dos alunos, onde o professor(a) é sempre muito querido e carismático. A aula talvez mais esperada da grade de horários. Lembro-me muito bem das aulas de Educa no Otávio Martins, onde estudei da 5ª série até o 3º colegial. Meu professor sempre foi o Pedrinho, gente boa demais, fala mansa, tranquilão. Na época tínhamos duas aulas semanais e a divisão era sempre assim: os meninos do futebol, as meninas do vôlei e a turma que fazia aula. Não me lembro de nenhuma vez termos alongados ou feito outra atividade, mas me lembro quando, certa vez, o professor nos segurou na sala para alguns recados, fazendo perder metade da aula, ficamos muito bravos, pois cada minuto da aula de educa era sagrado.

Terminava a aula e entravamos todos suados na sala, aquela euforia e adrenalina alta. Precisávamos conversar sobre o jogo, a disputa acirrada entre os dois times da sala que tanta rivalidade e respeito semeavam por iguais. Dava pena da professora da aula seguinte, tentando segurar todo o calor dos atletas daquela partida que levávamos a sério como uma final de Copa do Mundo. Doces lembranças da Educação Física do passado, ao qual necessitou de uma correção para o bem de todos.

A Educação Física Escolar mudou bastante de lá para cá. Hoje os professores conseguem ampliar ainda mais seus planos de aula, ao qual é imprescindível que se insira a todos: os que gostam e os que não gostam. Lamentavelmente essa disciplina vem perdendo cada vez mais espaço nas grades escolares, embora ela se faça de suma importância principalmente para os alunos que não são tão apaixonados por esporte e/ou não possuem destreza para os mesmos. O aluno deve praticar Educação Física como se fosse outra matéria normal, ou seja, na aula de matemática, se ele não souber fazer a conta, ele vai sair da sala? Não. Vai tentando e buscando auxilio até conseguir. Na Educa também deve ser assim. Aqueles com maior dificuldade de fazer exercícios devem permanecer firmes e dedicados, pois pode se criar uma pequena “sementinha” que fará se tornar uma pessoa não sedentária e evitar muitos problemas de saúde.

Ninguém precisa ser o melhor na atividade, basta ser melhor que você mesmo a cada dia. E cabem a nós, professores da Educação Física Escolar, criar maneiras de integrar todos os alunos e ensiná-los os conceitos básicos das modalidades esportivas mais conhecidas e de qualquer tipo de atividade física, principalmente a coordenação motora, que deveria ser padrão de ensino dessa disciplina em todas as escolas do país. Aula de Educação Física não é recreio de luxo, é a oportunidade de ampliar o conhecimento e ações do corpo do aluno, vinculando seu desenvolvimento físico e cognitivo. Não esquecendo também da disciplina, questão que a Educação Física tem como ferramenta trabalhar para a ordem e cidadania de todos os alunos. Bora pra aula!!!

Subscribe
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários