Você está visualizando atualmente Um Penta entre nós

Um Penta entre nós

Esta semana tive uma experiência única e inesquecível que somente o esporte pode proporcionar. Passei uma tarde toda com um penta campeão do mundo pelo Brasil na Copa do Mundo de 2002. Este penta que, além do prestígio máximo que um jogador possa ter (o de ganhar uma Copa do Mundo) também venceu a Libertadores de 1999 pelo Palmeiras e foi um grande vencedor pelo meu São Paulo, conquistando a Libertadores e Mundial de 2005 e o tri brasileiro em 2006, 2007 e 2008, ou seja, foi um jogador ao qual acompanhei a carreira toda, estando presente nos últimos grandes títulos do São Paulo e Seleção Brasileira. O fera na lateral esquerda, Júnior.

Com a abertura do campeonato interno aqui da Associação Sabesp, a Copa do Mundo Sabesp 2022, se aproximando, estava a pensar na grande alegria que todos nós aqui teríamos em ter uma presença ilustre de um grande campeão do futebol participando da cerimônia de abertura. Através do amigo e muito solícito Danilo, conseguimos fechar com o Júnior. Ele chegou nesta quinta após o almoço e pudemos levá-lo a alguns lugares por Franca antes da cerimônia à noite. O frio na barriga de estar frente a frente com um ídolo foi curto, pois ao encontrá-lo, através da sua receptividade e humildade, já mudava ali aquela sensação de que “nossa, estou na frente de um grande ídolo”. Ali a gente observava que, por mais conquistas e prestígio na carreira de uma pessoa possa levá-la a um status de idolatria, conserva-se a figura do ser humano, igual a todos os outros. Júnior já parecia um amigo de longa data, respeitoso, parceiro e atencioso, um cara diferenciado na bola e na atitude.

O esporte é uma ferramenta que se cria grandes ídolos, e para nós, “meros mortais”, conservar essa paixão pelo esporte e a idolatria para com as estrelas do esporte é uma ação saudável e que soma à nossa personalidade, pois muitas vezes usamos nossos ídolos como exemplo. Na ocasião, Júnior mostrou realmente os valores que todos devem ter participando da festa de abertura da Copa do Mundo Sabesp com todo carinho e amor, trazendo a paixão dos alunos e resgatando aos pais boas lembranças dos momentos em que Junior viveu na seleção, lembrando do quanto é importante para um país vencer uma Copa.

Júnior viveu um pequeno treino de preparo físico ao desfilar pelo ginásio com a taça da Copa, sendo abraçado pelos mais de 400 alunos presentes e, posteriormente, tirando foto com cada uma das 49 equipes da competição. Júnior sempre muito amigo e paciente, dando atenção a cada abraço, foto e autografo, um verdadeiro campeão. E finalizo aqui destacando o que eu disse para ele na despedida do evento: “você já era meu ídolo como jogador, agora também é meu ídolo como pessoa.” Isso é o esporte!

Subscribe
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários